1º de Abril é o dia da mentira.


Para a maioria de nós, mentira remete ao boneco de madeira chamado Pinóquio, personagem imortalizado por Wall Disney que apareceu pela primeira vez em 1883. Toda vez que o boneco mentia seu nariz começava a crescer, e isso fazia com que ele pensasse duas vezes antes de mentir. E que criança nunca colocou a mão no nariz para ter certeza que o seu nariz não estava crescendo enquanto contava uma mentirinha boba?

Mas você já se perguntou como surgiu o dia da mentira? Esse costume surgiu na França, no reinado de Carlos IX. Desde o começo do século XVI, o ano- novo era comemorado em 25 de março, com a chegada da primavera. As festas, que incluíam troca de presentes e animados bailes noite adentro, duravam uma semana, terminando em 1º de abril. Mas, em 1564, o rei francês Carlos IX adotou o calendário gregoriano, e o ano-novo passou a ser festejado em 1º de janeiro. Os franceses que resistiram à mudança, ou a ignoraram e até mesmo se esqueciam, mantiveram a comemoração na antiga data.  Imagine a confusão que isso causou! O fato é que muitas pessoas que não gostaram da mudança de data e continuaram a considerar o 1º de abril como o primeiro dia do ano, mandando convites para festas, votos de felicidades. Com isso nos anos seguintes, como forma de brincadeira, começaram a surgir nessa data convites para festas que não existiam e falsas mensagens de “Feliz Ano Novo”. O costume se espalhou pelo mundo todo e, com o tempo, foram surgindo novas brincadeiras.

Agora corra, ainda da tempo! Use sua imaginação que pregue peças em seus amigos. Mas não se esqueça de desmentir depois ok

Comentários

Postagens mais visitadas