Resenha - Magia do Sangue.


Já faz um tempo que li este livro e estava louca para voltar com minhas resenhas. Espero que gostem, eu amei!

Magia do sangue - Há muitos anos, Branna O’Dwyer entregou seu amor a Finbar Burke. No entanto, o romance durou pouco. Uma maldição ligada ao sangue de suas famílias os proibiu de ficar juntos. Branna tentou preencher esse vazio com amigos e familiares, mas sabe que, sem Fin, sua vida nunca estará completa. Ele, por sua vez, passou os últimos doze anos viajando pelo mundo, focado exclusivamente no trabalho. Atormentados pela forte atração que nem a distância pôde aplacar, nenhum dos dois acha que um dia se entregará de novo ao amor. Entretanto, em meio às sombras que ameaçam destruir tudo o que eles consideram mais precioso, esse relacionamento sem futuro pode ser também a última esperança que lhes resta.




Magia do Sangue, de Nora Roberts, é o último e ansiosamente esperado  volume da trilogia Primos O’Dwyer. Nos livros anteriores conhecemos a magia do círculo formado pelos seis amigos: Iona Sheehan, Boyle Mcgrath, Connor O’Dwyer, Meara Quinn, Branna O’Dwyer e Finbar Burke.

Como nos dois primeiros livros “Bruxa da Noite” e Feitiço da Sombra” este livro também nos leva a uma viagem no tempo, desta vez para 1276, onde podemos saber um pouco do que aconteceu com os filhos de Sorcha, eles já são adultos e com suas famílias crescendo, e desta vez vamos ver Brannaugh se destacar.

Branna e Fin  se apaixonaram quando jovens e viveram um período de romance, mas por causa de uma maldição do sangue eles se afastaram e vivem reprimindo o desejo que sentem um pelo outro.  Fin é descendente de Cabhan, ou seja, possui a maldição que Sorcha lançou para todas as futuras gerações do bruxo e a marca do mal, e por este motivo  Branna  se afastou e tenta não pensar em quanto o ama apesar da maldição e do juramento que fez com sua família. 

Branna é a bruxa mais forte do circulo e também a mais centrada, ela é detalhista e se preocupa com todos. Mas é também mal humorada e aprecia o tempo que tem para ficar sozinha, e não vê a hora de voltar a ter esse tempo. Depois de doze se mantendo a uma distancia segura Branna volta a conviver cada vez mais com a presença de Fin, (o que eu adorei) com a chagada de Iona os três bruxos da noite e seus amigos trabalham sem  descanso para enfrentar Cabhan mais uma vez. Sempre soubemos o motivo de eles não ficarem juntos e que se amavam, mas Branna sempre dizia “O amor nem sempre é a respsta” e assim os dois seguiram durante muito tempo tentando não pensar no aor que sentem um pelo outro. Bem vamos descobrir que na verdade Fin nunca deixou de ter esperanças.

 Fin passou os últimos doze anos viajando e cuidando de seu negócio em parceria com Boyle, tornando-se um homem bem sucedido, mas com um vazio por dentro.  Seu maior desejo é destruir o bruxo que acabou com sua felicidade ao lado de Branna e descobrir um jeito de se livrar da maldição e poder enfim viver seu grande amor.

Esse dois personagens chamaram minha atenção já no inicio , eu gostei muito do primeiro livro, mas como tinha dito eu fiquei mega ansiosa pelo segundo, já no segundo ahhh esse me pegou fiquei louca para ler logo o terceiro e poder finalmente saber o que Nora reservou para Fin e Branna.  Posso dizer que foi meu livro favorito da trilogia, adorei acompanhar o desenrolar da trama. Vocês precisam ler!
Magia do sangue é um livro sobre amor, possui grandes revelações e segredos do passado, isso deixou a leitura ainda mais envolvente. Vou parar por aqui senão acabo contando tudo.  
                            Boa leitura.
                                                 Helô H
  


Comentários

Postagens mais visitadas