A soneca depois do almoço só traz benefícios.


Começamos a semana com o tempo bom pra ficar em casa. Debaixo das cobertas, dormindo bastante, vendo TV, comendo pipoca… Só que não é bem assim, todas temos os nossos compromissos e não conseguimos nos dar esse luxo. Uma pena né? 
Pensando nisso, resolvi falar aqui nessa semana pra vocês um pouquinho sobre o sono, porque esse cinza que está no céu, faz com que a nossa vontade de dormir seja enorme.
Será que a soneca depois do almoço, faz bem? 
Tirar uma soneca depois do almoço faz bem sim e nos traz vários benefícios como diminuir o stress, aumentar a concentração, a disposição física e mental.
Aquela preguiça que sentimos depois do almoço, e a vontade de dormir um pouquinho, aparece sempre, mas, nem sempre dar essa dormidinha é possível. Muita gente tem só esse horário para resolver várias coisas, tornando-o super corrido. 
Em países como a Itália e a Espanha, é comum as pessoas pararem para fazer a “sesta”. Os estabelecimentos comercias fecham suas portas pelo simples motivo de dormir após o almoço. No Brasil, essa prática ainda é bem rara.
Mas enfim, é bom ou ruim dormir depois do almoço?
Hoje, estudos comprovam que dormir depois de almoçar faz melhorar o desempenho em atividades durante a tarde e a noite, melhorando a saúde. Profissionais que têm esse hábito apresentam produtividade superior aos demais. Um cochilo de meia hora faz muito bem pois a temperatura do corpo abaixa depois do sono e isso nos dá uma boa restaurada.Algumas empresas brasileiras já possuem salas de descanso para que seus funcionários possam tirar um cochilo após o almoço. A “sesta” também ajuda a prevenir doenças cardíacas além de ajudar a emagrecer.
Só que nem todas as pessoas gostam ou podem fazer a “sesta”, mesmo que ela diminua o stress, estimule a concentração e melhore a disposição física e mental. Quem sofre de insônia ou problemas estomacais, como o refluxo, o cochilo não é recomendado pois pode dificultar o sono a noite e prejudicar a digestão.


Silvia P.

Comentários

Postagens mais visitadas