Câncer de Mama- Depoimento Célia Regina Macedo Tanus


No mês de outubro estamos no mês Rosa, que é uma campanha para alertar as pessoas sobre o câncer de mama. O blog “ Café com  amigas” traz um depoimento emocionante sobre esse assunto.

Em primeiro lugar quero agradecer ao Blog “Café com amigas” pela oportunidade


   Diagnóstico : 

Numa visita de rotina a ginecologista, após exames  de mamografia, lá estava eu, diante de um diagnóstico preocupante, na época  em  Junho de 2010, aos 56 anos.
Parecia que o mundo havia desabado sobre a minha cabeça, assustada e preocupada, a gineco me encaminhou para um exame de mamotomia (uma biópsia com mamografia junto), e após o resultado ela me indicou uma mastectomista.
Na consulta da masteco, ela me disse que faria a cirurgia pelo convênio, mas que não operava sem o Cirurgião Plástico  que era particular.
Saí do consultório apavorada com mais uma preocupação,  quanto seria o custo ????  Ainda na rua , olhei para o céu, com lágrimas nos olhos, elevei meu pensamento a Deus e indaguei, Senhor agora estou com dois problemas, vou ter que unir forças e também  arrumar o dinheiro para pagar o Plástico. Minha nossa!

Ao  chegar em casa, me ajoelhei  no meu quarto,  e  numa conversa  íntima e sincera  com Deus, nosso Pai,   percebi que estava  com muito medo e temendo pela minha vida, aí ...... conversei  assim com Ele :
- Pai  estou temendo por minha vida, mas minha vida Vos  pertence, e seja feita Senhor a Vossa Vontade, mas por favor me dê CORAGEM ! 
Passei  a  ler mais a Palavra e  a esperar confiantemente NELE, e daí  em diante ........ uma sucessão de Bençãos foi acontecendo em minha vida.
 Na mesma semana, minha cunhada Sueli,  esteve me visitando, e disse que a tia idosa,da cunhada dela, fez cirurgia e tratamento  de um câncer de mama,  através   do Ambulatório do Sírio Libanês, em parceria com o SUS.
Consegui uma consulta de avaliação diagnóstica, no Ambulatório, e  para que fosse formalizado teria que ter um encaminhamento do Posto de Saúde, SUS,  de  uma ginecologista.
Como já tinha o cartão do SUS, foi tranqüilo.
Tudo foi fluindo, fui ao Posto , depois ao Ambulatório, onde já fiz um carteirinha de atendimento, e fui tendo tudo o que eu precisava, desde carinho das atendentes, enfermeiras, médicos- professores e alunos residentes, enfim um atendimento magnífico em qualidade, atenção e muito carinho.
Muitos exames como  Punções, Tomografia, Ressonância, Cintilografia, exames que nunca havia feito antes e que tinha “pavor” , mas .... o que eu pedi, o Senhor me deu,  mais CORAGEM e todas as condições  de que precisava . Passei  a  ver em cada  pessoa que me atendia  um Anjo do Senhor me atendendo.
Enfim diagnóstico  de  Nodulação profunda, na mama esquerda representando componente invasivo ACR BI-RADS RM : Categoria 6 , e  linfonodomegalia axilar  à esquerda comprometida.

Cirurgia e Tratamento :

A cirurgia foi marcada para o dia 8 de dezembro de 2010, completará 5 anos, com doutores e equipes  altamente competentes e carinhosos, e foi  muito tranqüila onde  tive todo e o melhor atendimento que precisava.
A pele  da mama foi preservada,  onde foi colocada uma prótese de expansor de última linha .
Sai de lá com todos os medicamentos que precisava, inclusive com as injeções  sub-cutâneas (6) que eram muito caras , ou seja ,não precisei  gastar nenhum centavo, só por Deus, pelo seu imenso Amor e assim tem sido.

Quanto ao tratamento precisei de 16 químios , sendo 3 vermelhas e 13 brancas ,período de 3 a 4 horas ,  diário, semanal, quinzenal  e mensal. O Ambulatório me encaminhou para o ICESP, tratamento magnífico, mais uma vez cercada de Anjos.
Fui acompanhada por Nutricionista, Fisioterapeuta, Enfermeiras, médico oncologista Dr. Romulo, maravilhoso.
Após  as  sessões de químios, fui submetida  a  28 sessões de Radioterapia  no Hospital das Clínicas – Setor Radioterápico.

Efeitos colaterais , sim,  passei por eles,  perdi todo cabelo inclusive  da sobrancelha e cílios, já aos primeiros 15 dias após o começo do tratamento quimioterápico.
Sentia prostração, muito cansaço, enjôos e náuseas  raras e passageiras, secura, não lembro de mais nada que tenha sido insuportável. Quando perguntava ao Onco, sobre determinada reação, ele dizia que fazia parte, que era assim mesmo, então  passava a não dar importância e quando  menos esperava,  tinha passado.

A  Radioterapia  foi também  tranqüila,  com exceção do primeiro dia que estava ansiosa pois não conhecia como era, mas antes de entrar para a primeira sessão passei por uma médica, super atenciosa, que disse sorrindo que já conhecia minha vida, quando olhou no computador e todo o meu prontuário já estava lá disponível. Achei incrível !
Em seguida fui atendida por uma enfermeira que me mostrou um vídeo de como é feito uma sessão, mostrando assim que não era um “ bicho de sete cabeças”.
E lá fui  com a ansiedade mais controlada.... sempre segurando na mão de Deus, aliás  não larguei nunca mais da Sua Mão Bendita e Fortalecedora .
Efeitos da Rádio foram mais suaves, do que com a químio. Ia sozinha para as sessões, de tão tranqüila que era.

Superação :

Durante todo o tratamento  que considero uma “ Viagem ao desconhecido”  , pois enfrentar um câncer, com todos exames possíveis, medicamentos com sua reações específicas, tempo de recuperação, acompanhamentos  e sessões, enfim uma maratona, uma parada obrigatória.

Passei a aumentar  minha Fé,ela  multiplicou muitas vezes, e pude  perceber a presença Magnífica de Deus em tudo e em todos os momentos.  Me fortaleci  e minha gratidão é eterna, hoje sou muito melhor do que eu era , com certeza ! E muito mais CORAJOSA !
Aprendi a  viver um dia de cada vez, a apreciar a vida e a valorizá-la.
Não, sozinha não conseguiria, em primeiro lugar com  Deus e a sua Misericórdia. Depois  recebendo carinho e atenção  da família querida,irmãos, cunhados, sobrinhos, meu filho,  amigos, e, todos os profissionais envolvidos no combate ao tratamento e recuperação, vendo  sempre em cada um  Anjo especial.

Um esposo especialíssimo que provou que estava comigo de mãos dadas, em cada segundo e em cada passo.
Aprendeu a aplicar a injeções  e me acompanhava sempre que possível, nunca me senti  sozinha, o nosso amor aumentou ,  pois  fizemos  juz a a mais um  compromisso , o de estarmos  unidos na Saúde e na Doença.
Chorou , e ficou careca comigo,e  sempre  beijava  dizendo” minha carequinha”.  Ele tem sido exemplar !

Carinho e Amor são imprescindíveis ! 

Por falar em chorar do momento do diagnóstico até hoje, o dia em que desagüei praticamente um dia inteiro, foi quando minha “ficha caiu”, justamente na primeira consulta do Oncologista, em que seria marcado as sessões de químio. Depois daí nunca mais chorei, nem quando os meus  cabelos  caíam aos chumaços e que decidi raspá-los.

Tudo na vida passa, e a atitude faz a diferença. Fé, Carinho e Gratidão  são excelentes  ferramentas para o combate.
Não existe vitória , sem  luta.
Sempre agradeci  por tudo, e quando ficava às vezes 6 horas (entre espera e aplicação da químio) observava muitos pacientes que também aguardavam e cada um caso, mais difícil que o outro, e aí eu pude ver o quanto Deus havia sido mais uma vez generoso comigo. E, enquanto aguardava, aproveitava o tempo para orar por todos,  meditar e agradecer pela minha cura.  Repetia muitas vezes “Obrigado Senhor, pela minha Cura “ . “Tudo posso Naquele que me fortalece “ !

Hoje fazendo apenas exames períódicos,  sob controle, seguindo a recomendação do  Dr. Romulo, meu oncologista,
que disse :  - Dona Célia , vou lhe pedir uma coisa : ESQUEÇA tudo, já passou !  
Imagina o alívio que senti !

Um grande abraço,




Célia Regina de Macedo Tanus - Corretora de Imóveis 









Comentários

Postagens mais visitadas