Você lê os rótulos dos alimentos?


O maior erro cometido por muita gente é não olhar o rótulo dos alimentos que compra. Ler  esses rótulos e entender sua utilidade ajuda a decidir quais alimentos são os mais saudáveis e nos ajuda a escolher o produto de acordo com aquilo que desejamos.
Os rótulos não tem só a função de nos fazer se interessar pelo produto, sua principal função é informar todas as suas características e propriedades nutricionais.
Eles são um meio que temos de comunicação entre empresa e consumidor. Ele deve ser claro e objetivo, mostrando corretamente as informações para nós consumidores.
Mesmo consultando o que está escrito nesses rótulos, nem todo mundo entende as informações que tem escritas. Por isso é muito importante que essas informações sejam colocadas de forma simples e clara.
Todos os rótulos devem conter as seguintes informações: valor energético, carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras saturadas, gordura trans, cálcio, ferro, sódio e fibras. Devem fornecer o percentual de valor diário que é quanto a porção do alimento contribui para atingir os valores recomendados de nutrientes (%VD), além do nome do produto, prazo de validade, lista de ingredientes entre outras informações.
Os rótulos nutricionais devem seguir algumas regrinhas básicas na hora de apresentar as informações nutricionais para nós:
  • Valor energético: é a energia produzida pelo nosso corpo a partir do consumo daquela porção de alimento, são as famosas calorias (kcal);
  • Carboidratos: fornecem energia para o nosso organismo, são encontrados em massas, pães, biscoitos, etc.;
  • Proteínas: são responsáveis pela construção e manutenção do nosso organismo, encontradas em carnes, ovos, leites, etc.;
  • Gorduras Totais: é a soma de todas as gorduras encontradas no alimento;
  • Gorduras Saturadas: gordura encontrada nos alimentos de origem animal, seu consumo deve ser limitado, pois pode causa danos à saúde, principalmente a do coração;
  • Gorduras Trans: gordura encontrada nos alimentos industrializados como margarinas, sorvetes, biscoitos, etc., também deve ser consumida com moderação;
  • Fibra Alimentar: presente em alimentos como frutas e cereais integrais e ajudam no bom funcionamento do intestino;
  • Cálcio: desempenha papel importante no crescimento, desenvolvimento e manutenção de ossos e dentes; 
  • Ferro: importante na formação de glóbulos vermelhos no sangue, auxiliando a oxigenação. Contribui também para a formação de enzimas;
  • Sódio: faz parte da composição do sal de cozinha e de alimentos industrializados. Consumido em excesso pode causar o aumento da pressão arterial;
  • Fibras: presentes em alimentos como frutas e cereais integrais e auxiliam no bom funcionamento intestinal. Escolha os alimentos mais saudáveis para o consumo. 
Uma dica é escolher os alimentos que fornecem pouca quantidade de gorduras totais, saturadas, gorduras trans e sódio, e com boas quantidades de cálcio, ferro e proteínas. Além de se conscientizar da importância de ler sempre os rótulos dos produtos.

Silvia P.







Comentários

Postagens mais visitadas