Tatuagem


É bem provável que você conheça alguém que tenha tatuagens no corpo ou até mesmo que você já tenha feito o seu primeiro desenho para tatuar, não é mesmo? Mas engana-se quem pensa que tatuagem é algo novo ou que esteja na moda há pouco tempo.
A história da tatuagem é bem antiga e conta com diversas curiosidades e fatos que nem todo mundo conhece.
Acredita-se que a arte de se pintar originalmente veio do Egito, e foi difundida em meio aos Polinésios até os nativos da Nova Zelândia, os maoris. Todo esse ritual de pintar a pele estava predominantemente associado à religião e proteção espiritual, embora tenha sido considerado heresia pela Igreja católica por muitos anos. Esse fato contribuiu para que essa prática fosse vista com maus olhos por muito tempo.
O ato de se tatuar está fortemente ligado à esfera sentimental, uma vez que tais marcas na pele representam de alguma forma o indivíduo que as carrega, contando um pouco da sua história e sua personalidade. Mas vemos também pessoas que se tatuam por modismo e sem pensar muito no assunto, que se arrependem e depois não sabem o que fazer. Trata-se de expor visualmente o universo abstrato que habita dentro de cada um, pense bem antes de decidir se tatuar e faça uma escolha que represente algo para você.
Atualmente, a tatuagem já é vista como forma de expressão social e artística, sendo amplamente aceita pela sociedade, capaz de agregar valor e estilo, pois além de ser interessante é uma marca única (na maioria das vezes). A tatuagem é um processo de dermopigmentação, ou seja, aplicar cor na camada abaixo da pele para que fique permanente.
Hoje em dia não é tão comum o uso de tatuagem para mostrar que você faz parte de algum grupo religioso. A escolha do desenho e a decisão, na nossa cultura pelo menos, é mais pessoal, podendo ser apenas por modismo ou por alguma ideologia ou crença. Muitas pessoas até consideram a tatuagem seu patuá. Existem tatuagens femininas, simbólicas, engraçadas ou até mesmo assustadoras. Tudo é válido, o importante é você se sentir bem e não se arrepender depois!

Veja algumas dicas abaixo:

Pense e repense antes de tomar a decisão, nada de resolver do dia pra noite e já entrar no primeiro estúdio para fazer sua tatuagem.
Se você não tem uma boa indicação de um profissional, faça sua própria pesquisa. Quando escolher, entre no site do tatuador e veja se corresponde ao que você está procurando, de nada vai adiantar você escolher um “super tatuador” se o trabalho dele é completamente diferente do que você esta procurando.
Dedique um bom tempo à escolha do desenho. Você pode fazer seu próprio desenho, assim ele vai ter a sua cara e representar exatamente o que você quer. Se você não sabe desenhar faça uma pesquisa em livros ou sites, mas se possível faça sua versão do desenho, o próprio tatuador pode redesenhar e fazer algumas pequenas modificações para que fique do seu gosto. Mas cuidado com a moda, muitas pessoas tatuam nomes de banda, personagem de quadrinhos e até de TV, tenha certeza de que daqui a dez anos você não vai se arrepender. Palavras, em qualquer idioma ou forma, devem ser muito bem pensadas e repensadas, uma vez escolhida e decidida verifique em mais de uma fonte o significado e a forma correta de escrever. Escolha citações com bastante cuidado, e por fim escolha a fonte que mais gostar.

Escolha bem qual parte do corpo vai tatuar. A tatuagem poderá te atrapalhar no local de trabalho, você poderá cobri-la facilmente com roupas se for preciso? Nós mulheres temos que pensar ainda mais. Se você tiver que usar um vestido com alças finas em uma ocasião mais séria a tatuagem pode aparecer, você vai se incomodar com isso? A tatuagem que você escolher pode representar um momento da sua vida, pode representar sua essência ou seus sentimentos, ela vai ser a sua marca. Afinal, o que você quer que ela se torne?


                                                                     Helô H

Comentários

Postagens mais visitadas