Florais de Bach - História e os Sete Grupos

Dr. Edward Bach nasceu em setembro de 1886 em um pequeno vilarejo perto da Inglaterra. Desde pequeno tinha um profundo amor pela natureza e era muito determinado. Com apenas 20 anos entrou na faculdade de medicina e após se formar se especializou em Bacteriologia. Durante a primeira guerra mundial ele cuidou de mais de 400 leitos e começou a reparar que o comportamento de vários pacientes diante de suas enfermidades era diferente, pois alguns ficavam melhores enquanto outros pioravam, isso porque cada pessoa reagia de uma forma diante dos problemas. Isso fez com que Bach percebesse que a cura está profundamente ligada ao estado emocional.


Infelizmente em julho de 1917 Bach ficou doente, foi operado as pressas pois tinha um tumor maligno no baço e recebeu a triste notícia que só teria três meses de vida. Com essa notícia Bach decidiu se fechar em seu laboratório e começou a estudar pois seu espírito não iria admitir se entregar a doença, dessa forma se sentia útil e cheio de energia para prosseguir. Após algum tempo ele se recuperou totalmente , nem mesmo seus colegas conseguiram acreditar.
Continuava seus estudos e acabou chegando a um livro chamado "O Organon da Arte de Curar" , escrito a muitos anos atrás por Hahnemann, o pai da homeopatia. Bach preparou vacinas a partir de seus estudos homeopáticos e percebia o quanto os fatores emocionais estavam inteiramente ligados as doenças físicas. Nesta época Bach já era muito considerado na medicina quando decidiu atender um chamado pessoal e abandonou a cidade aos 43 anos de idade para viver no campo e tentar entender melhor como a natureza poderia ajudar na saúde das pessoas. A homeopatia tinha sido boa até então mas Bach procurava mais alguma coisa, queria tratar a doença em si e não apenas os sintomas.
No campo começou a observar a natureza em especial as flores, tentando entender a mensagem que cada uma delas poderia transmitir, onde cresciam, de que maneira se desenvolFoi dessa forma que nasceram seus florais, ao todo 38 flores e cada uma com um propósito. Após concluir seu trabalho e aos 50 anos de idade Bach faleceu deixando um legado de estudos e conhecimento que até hoje são usados no mundo todo.

Ele dizia que a doença é benéfica e tem por objetivo à Divina Vontade da Alma, pois dessa forma podemos enxergar que ela é evitável e remediável pois se pudéssemos perceber por nós mesmos os erros que estamos cometendo e corrigi-los através de recursos mentais e espirituais, não haveria necessidade de passar pelas severas lições do sofrimento.
A partir desse pensamento concluímos que Bach olhava para seus pacientes de outra maneira, ele queria entender de como as doenças apareciam e como cada indivíduo se apresentava diante à essas doenças.
Quando Dr. Bach aprendeu a homeopatia de Hahnemann percebeu que o sistema de que a doença iria curar a doença não era exatamente o que ele procurava e então decidiu seguir seu caminho na qual a doença só seria tratada através dos opostos, ou seja, para o medo vou dar um pouco de confiança e dessa maneira tratar a doença com a virtude oposta.


Bach com sua sensibilidade começou a observar as flores e coletou as gotas de orvalho que ficavam nelas logo pela manhã, estudando essas flores começou a testar em si próprio e descobriu o poder curativo delas. Ele reparou que se colocasse flores numa tigela e deixasse que a luz solar incidisse sobre elas poderia extrair os princípios ativos e fazer os remédios. A água deve ser pura, retirada de uma nascente e as flores colhidas bem cedo, quando estiverem murchas após quatro horas ou mais elas  são retiradas  e essa água será diluída para fazer a medicação. O único floral que não é flor se chama Rock Water e é uma água retirada de uma fonte com propriedades curativas na Inglaterra.
Dr. Bach dividiu os 38 florais em grupos e cada grupo representa estados emocionais diversos.
O primeiro grupo são para aqueles que sentem MEDO
O segundo grupo são para os INDECISOS
O terceiro grupo são para a FALTA DE INTERESSES PELAS CIRCUNSTÂNCIAS ATUAIS
O quarto grupo é para a SOLIDÃO
O quinto grupo são para a SENSIBILIDADE EXCESSIVA A INFLUENCIAS E OPINIÕES
O sexto grupo são para o DESALENTO OU DESESPERO 
O sétimo grupo são para o EXCESSO DE PREOCUPAÇÃO COM O BEM ESTAR DOS  OUTROS
Como terapeuta floral meu objetivo é tentar entender o porque do sofrimento, angustias, dúvidas das pessoas e dessa forma ajuda-las. Muitos se desanimam, se entristecem, tem medos e não conseguem perceber o real motivo dos seus sentimentos. As lembranças, mágoas, arrependimentos, tudo aquilo que sentimos e experimentamos pode nos causar diversas sensações e nem sempre sabemos lidar com isso. Através dos florais de Bach podemos trazer conforto e alivio e fazer com que as emoções se tornem menos sofridas. Neste caso a técnica dos opostos é muito interessante, pois se quero tratar a tristeza darei alegria e vontade de reagir.
Cada cliente deve ser tratado com individualidade, afinal somos únicos. Ninguém é igual a ninguém.
Percebendo essas diferenças e nos colocando com humildade as flores farão o trabalho delas.
Nunca mais olhei para uma flor do mesmo jeito depois que fiz o curso em 2008, acredito nessa medicina que olha para o ser humano com verdadeira humanidade e respeito. 
A partir de agora vou escrever sobre os grupos e sobre cada flor especificamente e espero com isso ajudar muitas pessoas a procurar um bom terapeuta floral e fazer uso desse medicamento tão especial.


Um grande abraço
Andréa



Comentários

Postagens mais visitadas