O Exercício Físico e prevenção das Doenças Cardiovasculares. - Por Juliana Carvalho

As doenças cardiovasculares são uma das principais causas de morte no Brasil e no mundo.  A inatividade física, a má qualidade na alimentação e o estresse dos nossos dias são algumas das causas do aumento de pessoas acometidas por essas doenças. O sedentarismo está diretamente associado à ocorrência das doenças cardiovasculares. Porque a prática regular de exercícios físicos tem diversos fatores benéficos tanto na prevenção quanto no tratamento e até na reabilitação de pessoas que passaram por algum tipo de cirurgia cardíaca. A hipertensão arterial, a obesidade e o sobrepeso, o diabetes, os altos níveis do colesterol e do triglicérides são fatores de risco de infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC).
O exercício físico é benéfico porque sua prática regular reduz a pressão arterial, principalmente pós - exercício, pois a hipertensão arterial se não tratada a longo prazo, pode ocasionar o aumento do risco de insuficiência cardíaca. Quando se prática o exercício produzimos insulina e também é facilitada a entrada de glicose na célula retardando o quadro de diabetes mellitus. O exercício reduz o colesterol ruim (LDL) e o triglicérides (gordura que obstrui as artérias) além de elevar os níveis do colesterol bom (HDL) no sangue.

A prescrição do exercício deve ser realizada de forma correta por um profissional de acordo com a condição física. O primeiro passo antes de entrar num programa de exercícios é fazer um check-up com o cardiologista para verificar sua saúde e condição cardiovascular. Se você é portador de uma doença cardiovascular também pode se exercitar, mas com algumas modificações no treino de acordo com cada patologia cardíaca.
Tanto exercícios aeróbicos quanto os localizados são indicados, porém os aeróbicos (andar de bicicleta e caminhada ou corrida) devem ser prioridade, pois são muito importante no controle do peso e se você estiver no peso ideal, todos os fatores de risco como: colesterol e diabetes são reduzidos. Os exercícios localizados têm a função de melhorar a força muscular e auxiliam na captação de glicose e oxigênio no músculo evitando os fatores de risco. O exercício físico produz o hormônio serotonina capaz de aliviar os sintomas de ansiedade e estresse, pois se não tratados podem levar a pessoa a uma doença cardiovascular.
Quanto à intensidade do exercício, como dito anteriormente irá variar de acordo com o objetivo e condição física da pessoa.  É um processo gradual, o importante é se conscientizar e mudar hábitos de vida como manter uma dieta balanceada, evitar o fumo e se exercitar regularmente pelo menos três vezes na semana.  Se você quer ter qualidade de vida hoje e uma velhice saudável e fisicamente ativa deve começar a mudança de hábitos agora.

Juliana Carvalho é, pós graduada em Fisiologia do Exercício pela UNIFESP, personal trainer e coordenadora de uma unidade da academia Contours Academia para Mulheres.







Comentários

Postagens mais visitadas