Resenha - Quando um homem ama uma mulher.

Quando um homem ama uma mulher - Os olhos de Jack estavam mais negros, até mesmo mais intensos, do que ela se lembrava conforme ele caminhava em sua direção. Ela se esforçou para suas pernas não tremerem, e para não sair correndo direto para os braços dele.

Para Mary Sullivan, reunir-se com os oito filhos, genros, noras e netos no chalé do Lago Tahoe é sempre um motivo de alegria. Cada um dos objetos que decoram a casa traz consigo um turbilhão de lembranças, todas elas guardadas com muito carinho em seu coração.

Ao acender a lareira em mais uma noite de inverno, Mary imediatamente volta aos dias do início do seu tórrido romance com Jack, vivenciando novamente o amor que mudaria a sua vida para sempre.



Bem se você como eu, ama os livros da série, com toda certeza em algum momento da leitura já se pegou imaginando como Mary e Jack Sullivan se conheceram, como foi sua história enfim, como tudo começou. Sabemos desde o primeiro livro que Jack faleceu quando seus filhos ainda eram muito jovens, e Mary criou sozinha seus oito filhos, e que isso fez com que eles ficassem ainda mais unidos cuidando uns dos outros. Agora chegou a hora de conhecer a história de amor que deu inicio a esta grande e linda família.
Jack Sullivan é engenheiro e está a um passo de realizar um projeto ao qual se dedicou por 10 anos, mas seu chefe não lhe dá muita credibilidade por achar que o produto não vai agradar ainda mais na época de natal, ele pede que Jack descubra uma maneira de convencê-lo de que fará a coisa certa ao investir no seu projeto. E é ai que entra Mary Ferrer, que esta no meio da rua fazendo o que ela imagina ser seu ultimo trabalho como modelo, ela já decidiu que chegou a hora se aposentar e seguir outros caminhos. E Jack sem saber, decide que ela é a salvação do seu projeto, depois de convencê-la a fazer a propaganda do produto e da atração entre os dois se mostrar intensa, Mary diz a Jack que não envolve sua vida pessoal com trabalho e ele apesar de ter que se segurar, decide levar as coisas de forma leve e aguardar o fim da divulgação para depois investir nessa atração. 
O começo do livro é emocionante, não tem como não gostar, da vontade de chorar, de mudar a história e ver Jack ao lado de Mary com seus filhos e netos. Ver Mary relembrando todos os momentos com seu amado marido e seus filhos foi muito lindo. Já conhecemos um pouco da personalidade doce, mas bem determinada pelos olhos dos filhos. Ma desta vez vamos conhecer detalhes da sua história antes de conhecer o grande amor da sua vida. E isso eu vou deixar para vocês descobrirem lendo o livro.
Jack é um personagem que pouco conhecemos, tudo que se sabe é como ele foi importante na formação dos filhos mesmo que tenha partido tão cedo. E ele é realmente encantador e mostra de onde vem o charme dos Sullivans. Quer e precisa ter sucesso com seu produto, mas fica pensando muito mais no amor que começa a sentir por Mary. Assim como seus filhos, fez o que foi necessário para ter a mulher que tanto ama ao seu lado. Mais um motivo para desejarmos tanto que ele ainda estivesse presente na vida de todos.
Nesse livro também conhecemos  os irmãos de Jack e um de seus sobrinhos ainda bem pequeno e um que esta a caminho. Já fiquei curiosa para conhecer a história de todos eles. Eu amei saber como tudo começou, e confesso que queria mais, pode ser que ainda venha, estou torcendo para que Bella nos conte como foi o nascimento de cada um dos oito filhos de Mary.


Enfim, não tinha como não amar o livro, ele não vai decepcionar as fãs da série. E como a própria autora escreve no recado no inicio do livro,  escolher um Sullivan favorito é uma tarefa muito difícil, eu achava que já tinha o meu, mas Jack nos faz parar e repensar, ele é o máximo, não desiste da mulher que ama, e o fato de ainda estar lutando para ter o tão sonhado sucesso na vida profissional  faz com que fique ainda mais encantador, ele abriria mão de tudo para ter Mary. Leiam esta história, vale mesmo a pena.

Boa leitura HH

Comentários

Postagens mais visitadas