Santiago de Compostela


Santiago de Compostela fica na região da Galícia na Espanha e segundo a tradição na Catedral está o resto mortal de um dos discípulos de Jesus Cristo, São Tiago. Inclusive no interior da Catedral é possível visitar seu túmulo, uma linda arca de prata no porão.
O aeroporto de Santiago de Compostela é o Lavacolla e fica um pouco distante do centro, ele tem vôos regulares de Madri e Barcelona, pode-se também ir de ônibus ou trem, tudo depende da disposição de cada pessoa.
Quando falamos em caminho de Santiago na verdade nos referimos a vários caminhos, pois existem várias rotas para se chegar lá. O mais famoso é o dos Pirineus e ele se inicia na Espanha,ele tem mais ou menos 900 Km de distância e passa por várias comunidades espanholas, saõ elas, Navarra, Aragón, La Rioja, Castilla y León e Galícia. Esse é o caminho principal podemos dizer assim. Existem outras rotas como a de Portugal que vem de Porto e Braga entre outros.


Bem no meio da Catedral de Santiago é possível ver uma imagem enorme do discípulo de Jesus São Tiago, o costume é pegar uma fila e abraçar essa imagem pelas costas e fazer um pedido, depois você pode assistir uma missa e contemplar a linda arquitetura dessa Catedral, é belíssima!
Durante essa caminhada os “peregrinos” como são chamados tem toda uma assistência, eles irão encontrar muitos albergues pelo caminho, paradas para ir ao banheiro ou tomar um banho, é interessante ficar nesses locais e conhecer outros peregrinos e dividir suas experiências.
Os preços são muito convidativos e a simplicidade impera. O mais importante é saber antes o que você irá encontrar afinal o que vale mesmo nesse caso é a força de vontade em prosseguir apesar das dificuldades, em alguns albergues é possível cozinhar sua própria comida.
Mas o que leva as pessoas a realizar esse trajeto? Muitas coisas podem explicar isso.
A vontade de ter uma aventura, se divertir, encontrar um equilíbrio e medir seus limites, espiritualidade, crença, religião, testar o físico e mente, se descobrir, muitos podem ser os motivos e o mais interessante é que eles sempre nos impulsionam a seguir em frente, assim como na vida, estamos sempre buscando a felicidade e aquilo que nos faz bem.
Durante o percurso é fácil perceber que o desgaste muitas vezes nem é o físico mais o mental, o corpo segue o pensamento e testamos a nossa capacidade de sobreviver, é muito interessante.
Todos os peregrinos têm mochilas pesadas nas costas, carregam um saco de dormir, estojo com primeiros socorros, alimentos, remédios, roupas, pares extras de sapatos e geralmente tem em uma das mãos um cajado ou bastão, pois muitas dificuldades irão aparecer pelo caminho e esse cajado ajudará com as subidas e também como um apoio. Esse é um dos símbolos de Santiago, pois representa a terceira perna do peregrino assim como a terceira pessoa da Santíssima Trindade.
 Quanto menos coisas sem importância você levar mais fácil será a caminhada, pois o mais importante é se concentrar em si próprio.

Alguns símbolos acompanham os peregrinos durante todo o trajeto de Santiago, alguns deles são:
A Concha pode ser vista em toda a cidade de Santiago, nas paredes, nas casas, nas lojas e é um símbolo importante também, na verdade trata-se de uma vieira que é um tipo de marisco muito encontrado nessa região, muitos peregrinos penduram várias conchas no cajado e representa a conquista do caminho.
A credencial de peregrino é o documento oficial da Oficina do Peregrino, em Santiago de Compostela, órgão da Catedral de Santiago que cuida do Caminho e dos peregrinos. Na Credencial o peregrino é identificado e este é o documento permite o alojamento nos albergues do Caminho. Em cada parada, o peregrino ganha um carimbo que atesta que o caminho está sendo feito. Este documento é analisado no final da peregrinação na Oficina do Peregrino, para a obtenção da Compostela que é um documento obtido após a chegada, esse documento é para aqueles peregrinos que fizeram o caminho por questões espirituais ou religiosas. Para outros motivos o documento é diferente.
A Cruz de Santiago é vermelha e em forma de espada, que adorna roupas de confrarias, foi usada pela primeira vez pela Ordem dos Cavaleiros de Santiago e ela  simboliza o apóstolo defensor dos cristãos na guerra da Reconquista.
É comum também durante o caminho se deparar com amontoados de pedras, cada peregrino deve levar uma pedra de sua cidade natal para depositar pelo trajeto, simbolizando sua presença naquele local.
É muito importante escolher bem a época que deseja realizar o Caminho de Santiago, pois o inverno europeu é muito diferente do nosso no Brasil, e o verão também é muito desgastante, o ideal é escolher a primavera ou o início do outono onde as temperaturas são mais amenas.
Quando estive em Santiago não fiz a caminhada, mas conheci bem o lugar e um dia pretendo fazer o Caminho, por enquanto vou estudando todos os detalhes e aprendendo.
Acredito que todos nós nos conhecemos pouco, a vida turbulenta faz com que não prestemos atenção em nós mesmos e quando percebemos tudo já passou, acho que essa experiência deve ser muito significativa e um aprendizado para a vida toda, portanto vamos nos programar!
Um grande abraço
 Andréa.








Comentários

Postagens mais visitadas