Fotografe suas férias!

As férias estão chegando! E provavelmente você já está com a viagem marcada e as malas quase prontas, ou se não vai viajar já deve ter planejado passeios com as crianças para parques ou cidades vizinhas. O simples fato de passar alguns dias respirando o ar da montanha ou da praia é suficiente para renovar as energias.
Quando penso em férias a primeira coisa que penso é nas fotos que vou fazer. Fotografia é um assunto fundamental quando você está viajando. Não existe nada melhor do que fotografias para registrar bons momentos e guardá-los como lembrança.
A fotografia nos permite eternizar momentos, que podem ser compartilhados não apenas com palavras, mas também com belíssimas imagens. Elas nos permitem refazer a viagem toda vez que forem contempladas. Isso é mágico!

Apesar da facilidade que as câmeras digitais trouxeram, muitas pessoas não sabem como lidar com seus equipamentos, e isso porque não tiveram curiosidade de ler o manual. Tenho algumas dicas para compartilhar com vocês. Às vezes pequenos truques fazem toda a diferença, e assim a paixão por fotografar vai nascer e você poderá desfrutar de lindas imagens, feitas por você, dos seus momentos. Como eu já disse antes, não tem nada melhor do que passar horas revendo fotos e recordando bons momentos.

 Vamos às dicas!

Leia o manual: 
Não parece tão importante, mas algo que todo mundo deveria fazer ao comprar uma câmera é ler atentamente ao seu manual. Nele você encontra dicas de uso específicas sobre o modelo de sua câmera e sobre a utilização de suas funções. Existem  vídeos  na internet de quem já possui um modelo como o seu, que também podem ajudar.

Seja precavido: 
Nada de deixar para carregar as baterias da câmera enquanto toma seu café da manhã, deixe carregando na véspera.  Além disso, leve uma segunda bateria carregada de reserva para eventuais problemas técnicos, com tantas fotos a carga acaba num passe de mágica.

Não tenha tanta pressa:
Um erro comum de muitas pessoas é pressionar o botão de disparo das fotos de uma só vez. Isso pode gerar fotografias desfocadas, sem nitidez e definição. Mas a solução para esse problema pode ser simples: na hora de fazer a foto aperte o botão de disparo somente até a metade e, em seguida, você normalmente ouve um aviso sonoro ou percebe uma luz indicando que a câmera focalizou o assunto, aí sim você deve pressionar o botão completamente, e pronto. Outro erro na hora de fazer a foto é não parar para olhar o objeto ou pessoa que será fotografado. Pare, olhe, foque, dessa maneira suas fotos ficarão nítidas e o assunto terá sido focalizado, evitando perder um bom momento com fotos borradas e sem definição.

Lembre-se de usar  sempre a resolução máxima da câmera: 
Muitas pessoas não sabem o que são megapixels. Eles são a menor unidade de uma imagem digital, pontos de cores ou luz que o sensor da câmera pode captar. Se você tirar fotos em um valor baixo de megapixels e pretende revelar num tamanho grande, ela sairá com uma qualidade ruim e você poderá perceber os pixels. Se você tirar fotos numa qualidade alta, a chance disso ocorrer será bem menor.

Enquadramento: 
Que tal usar um pouco a imaginação? Evite tirar fotos sempre da mesma maneira. Tire fotos na horizontal e vertical, e nada de fotos sempre centralizadas. Teste ângulos diferentes, é simples e fácil. Tente fotografar a cena de ângulos inusitados, algumas vezes basta você se abaixar um pouco para ter uma foto única. Uma boa regra que auxilia na questão do enquadramento é a regra dos terços. Imagine que no tema que você está fotografando há um jogo da velha. Nesse jogo, as linhas se encontram em quatro pontos, e o ideal é colocar o objeto principal da foto num desses pontos de intersecção. Algumas máquinas inclusive oferecem o recurso de mostrar as linhas, para facilitar o enquadramento.  Tente diversificar os ângulos de suas fotos, além de ficarem mais interessantes, demonstram exatamente seu olhar digital para determinada cena.


Luz: 
Observe onde o Sol ou a fonte de luz artificial está no momento da sua fotografia. Faça fotos a favor da luz para evitar que o rosto de uma pessoa apareça com sombra. A melhor luz para fotografia ao ar livre é a própria luz do Sol, mas se não há jeito e você precisa tirar uma foto contra ele, use o flash. Para fotos em que você quer apenas obter a silhueta de uma pessoa, por exemplo, experimente desligar o flash e alterar o valor de EV,(valor da exposição)  valores mais altos clareiam o motivo e valores mais baixos escurecem se sua máquina contar com este recurso (verifique no manual).




Macro: 
A macro é uma funcionalidade que existe na maior parte das câmeras. Ela é, muitas vezes, representada por uma flor e serve para fazer close up, tirar fotos de perto. Um bom momento para usá-la é quando você pretende tirar fotografias de detalhes, flores ou pequenos objetos. Ative essa função e não se esqueça de desativá-la quando o assunto tratado for uma paisagem distante.




Fotografando pessoas: 
Fotos de viagem tem que ter gente, não é? E quando você for montar seu álbum, quem viajou junto com você tem que estar nele.  Que tal aproximar a câmera?  Concentre-se  nos olhos, que compõem uma área bem expressiva. Procure também estar na mesma altura de quem está sendo fotografado. As fotos espontâneas trazem uma emoção genuína, essas são as fotos que mostram como foi a viagem ou passeio.  E não se esqueça das fotos do grupo todo. As selfies (auto retrato) também são bem vindas claro, use suporte para tirá-las.



Pontos turísticos:
Procure na internet fotografias já tiradas dos pontos turísticos que você pretende visitar, elas servirão como inspiração para as suas fotografias de viagem. Existem diversos blogs de viagens que disponibilizam roteiros, assim você não perderá a chance de ir ao lugar e não tirar a foto no ponto mais turístico da cidade. Para enquadrar a pessoa e um monumento, é melhor que o fotografado não fique muito perto do monumento. Ele precisa se posicionar a uma distância em que o tamanho da pessoa em foco se aproxime do tamanho do ponto turístico na visão de quem está fotografando. O contrario é feito para ter aquele efeito em que as pessoas parecem segurar o monumento. Aí o fotografado deve ficar bem perto de quem está fotografando, para dar a impressão de que o monumento é muito menor. Como, por exemplo, estar segurando a torre de Pisa com as mãos. Agora, se o objetivo for mostrar a proporção de tamanho entre pessoa e cenário, o fotografado deve ficar pertinho do monumento, o que é muito legal para quem ver a foto ter noção real do tamanho das coisas.




Fotos Noturnas: 
Quando a luz do Sol não pode dar uma ajudinha na hora de iluminar seu tema, experimente aumentar o ISO. Ele é uma das variantes importantes para os fotógrafos e diz respeito à sensibilidade do sensor. Quanto mais alto o ISO, maior a sensibilidade, fotos mais claras e com mais granulação, assim se usa a noite. Quanto mais baixo o ISO, menor a sensibilidade e menor a geração de granulação, configuração perfeita para dias ensolarados.




Treino: 
Quanto mais você fotografar mais chances terá de ter boas fotos. Treinar o olhar em ambientes diferentes e usar a imaginação é fundamental para ter fotografias cada vez melhores. Use e abuse de novas ideias e  desprenda-se de regras, tire a mesma foto de diferentes ângulos. Experimente colocar a câmera mais para cima, mais para baixo,  enfim, quando o assunto é fotografia não há limites.




Nada de esquecimento:
É muito comum nos dias de hoje pessoas com milhares de fotografias esquecidas em seus computadores. Você fez uma viagem ou passeio fantástico, se dedicou às fotos, se divertiu com a família e amigos, tirou dezenas de fotos, e quando volta das férias baixa no seu computador, dá uma rápida olhada e pronto? Não faça isso! Já falei aqui sobre os fotolivros (álbum de fotos), uma opção boa para fotos digitais. Se não quiser montar um, escolha as melhores e mande revelar para colocar em um porta-retratos ou montar um lindo painel e decorar sua casa com ele. E o mais importante, não se esqueça de curtir a viagem,  por mais interessante que seja fotografar a viagem toda, deixe a câmera de lado para viver alguns momentos, curta a cidade que está visitando, conheça as pessoas, aprecie os cheiros, sabores, sons e sensações do lugar que está visitando. Quando você se sentar para ver as fotos, com certeza vai se lembrar destes detalhes. 



Boa viagem e boas imagens!

HH



Comentários

Postagens mais visitadas