A importância da vitamina D

A vitamina D, essencial e de extrema importância para o crescimento, desenvolvimento  e manutenção do corpo saudável, é um hormônio esteróide lipossolúvel. Para ser sintetizada pelo organismo, precisamos da exposição ao sol, cerca de 15 a 20 minutos por dia sem filtro solar nos horários adequados para evitar o câncer de pele, até as 10 da manhã e depois da 4 da tarde. Os raios ultravioletas tipo B (UVB) ativam essa síntese. 
Existem também alguns alimentos, como os peixes, carne bovina, queijo cheddar e ovos, que são fontes de vitamina D, pode ser produzida em laboratório na forma de suplemento, mas o sol é responsável por quase 90% de toda vitamina recebida. 
Mas devemos tomar cuidado com o consumo dos alimentos com grandes quantidades de vitamina D pois eles são ricos em gorduras.
Vitamina muito importante para a formação dos ossos e dentes, protege o coração e o sistema imunológico, na gravidez, evita abortos prematuros no primeiro trimestre, previne e controla o diabetes, ajuda a amenizar os sintomas da TPM por estar envolvida na síntese de serotonina e dopamina, que em grande quantidade, que ajudam a combater a depressão e é ótima para a formação muscular.
A sua falta causa vários problemas de saúde, como a osteoporose, problemas cardíacos, câncer, gripes e resfriados e doenças autoimunes como esclerose múltipla e diabetes tipo 1. A baixa ingestão, diminui a absorção e o aproveitamento de cálcio e fósforo pelo organismo. Também está diretamente relacionadas às funções metabólicas e atividades musculares e neurológicas.
Essa carência pode ser corrigida reforçando o consumo de alimentos ricos em vitamina D e também aumentando a exposição ao sol nos horários adequados. Se não for o suficiente, precisamos fazer o uso de suplementos que só podem ser tomados após ser constatada a sua deficiência.
Mas muito cuidado com o excesso desta vitamina! Ele pode causar intoxicação e provocar um aumento na concentração de cálcio no sangue, prejudicando os rins. Por isso, é muito importante que o consumo além do que se recomenda, seja feito com acompanhamento médico.


Silvia P.

Comentários

Postagens mais visitadas