Stand Up Paddle - por Lari Moura


Stand Up Paddle

O Stand Up Paddle (SUP) é um esporte que está em alta já faz um tempo, e parece que veio para ficar. Tornou-se popular rapidamente por ser muito mais fácil de aprender, mas ainda assim trazer o mesmo sentimento de liberdade, aventura e contato com a natureza que o surfe traz.
A maioria das pessoas teve seu primeiro contato com o SUP alugando a prancha e tendo uma aulinha rápida na praia, e o esporte é tão viciante que muitos optam por comprar suas próprias pranchas depois de experimentar.
É nessa hora que se descobre a quantidade enorme de materiais, modelos e marcas que existem disponíveis no mercado, e surge a dúvida cruel: qual prancha comprar? Essa é uma decisão que deve ser tomada com cautela, considerando principalmente que pranchas de SUP custam em média de 3 mil a 7 mil reais – um belo de um investimento! Escolher a prancha certa para você é essencial para se ter a melhor experiência possível com ela, e por isso vamos falar de alguns pontos que devem ser considerados antes de realizar a compra.

Material da Prancha
Existem pranchas rígidas e pranchas infláveis para a prática de SUP. As pranchas rígidas geralmente são feitas de fibra de vidro, fibra de carbono, epóxi ou é do tipo softboard.
Se você é surfista e já tem experiência com pranchas, as melhores escolhas são as de fibra de vidro – mais tradicional, ou de epóxi – material novo que é mais leve e tem feito bastante sucesso. As pranchas de fibra de carbono são as mais avançadas e caras, indicadas apenas aos profissionais que competem frequentemente em diversas categorias. A softboard possui esse nome por ter um revestimento macio e protetor, e é a mais indicada para iniciantes, já que nesse tipo de material as quedas inevitáveis serão amortecidas.
As pranchas infláveis são relativamente menos rígidas que as outras citadas, mas estão longe de se parecerem com “bóias”, ou uma opção apenas para crianças. Assim como na softboard, a prancha inflável protege mais na hora das quedas, é muito leve e fácil de carregar. É indicada para adultos e crianças, iniciantes ou experientes, que procurem praticidade para carregá-la a qualquer lugar.
Ao escolher entre uma prancha rígida ou uma inflável, é importante pensar em como você pretende carregar sua prancha, onde pretende guardá-la e, por fim, quem vai utilizar o equipamento. Eu optei pela prancha inflável pela praticidade de levá-la comigo sempre que quiser, e também por ser mais segura para os meus irmãos mais novos e amigos.
Respondidas essas questões, passamos para a próxima etapa de escolha.

Modelo da Prancha
Existem pranchas de SUP de diversos modelos e tamanhos, inclusive com pranchas que se encaixam em várias categorias. Dessa forma, vou falar das três categorias principais: pranchas criadas para recreação em geral, pranchas de grandes travessias, e pranchas de manobras rápidas - utilizadas para surfar nas ondas.
As pranchas recreativas são as mais indicadas para iniciantes. Geralmente possuem de 10’ a 11’ (aprox. 3m), são largas e com a extremidade superior arredondada. Esses atributos fazem dessa prancha a mais estável, e ela comporta facilmente um adulto e uma criança.
As pranchas para travessias são muito grandes - possuem de 12’ a 14’ (de 3,6m a 4,2m), e seu design a torna extremamente veloz, com a extremidade superior bem pontiaguda e com quilhas grandes removíveis. Apesar de seu tamanho trazer estabilidade, esse modelo é mais difícil de lidar quando se está aprendendo.
Já as pranchas para manobras rápidas são as menores, menos estáveis e mais dinâmicas, possibilitando viradas rápidas – que são ideais para surfar. Com um tamanho médio de 9’6 (2,9m), são mais estreitas, e possuem um perfil parecido com as pranchas de surfe tradicionais, com a extremidade superior mais angulada. Podem conter acessórios que melhoram seu desempenho nas ondas, como quilhas removíveis para aumentar a velocidade, e no caso das infláveis, o sistema anti-flex para deixá-la ainda mais rígida.
Ao escolher o modelo e tamanho da prancha, você deve considerar a sua altura e peso, ou de quem irá utilizá-la. Um homem de 1,90m terá muito mais estabilidade em uma prancha larga e de 11’ do que em uma estreita de menos de 10’, indiferente da sua experiência no esporte.



Eu escolhi comprar uma prancha para manobras rápidas modelo SS da Brazzos, e uma prancha mais recreativa modelo SP da mesma marca. Até porque, não é todo dia que você quer algo radical, às vezes tudo o que você quer é relaxar na sua SUP.

No link abaixo, você pode conferir os diversos modelos de pranchas infláveis da Brazzos, para todas as ocasiões:



Kit SUP
A maioria das lojas que vendem SUP possuem kits prontos, principalmente para pranchas infláveis.
Se optar por uma prancha rígida, só precisará se preocupar com o remo – que deve de preferência ser leve e ter regulagem de altura. Mas se você escolher a prancha inflável é importante prestar atenção em tudo que está incluído no “pacote” para não ter despesas extras (comprar partes separadas sai muito mais caro).
Seu kit deve ter, no mínimo:
- Remos;
- Bomba de alta pressão (possui encaixe específico para pranchas de SUP);
- Mochila.
Mas, além dos essenciais, existem acessórios que podem fazer a diferença na hora de escolher sua prancha com kit:
- Manômetro (medidor de pressão – é acoplado à bomba);
- Leash;
- Kit de Reparos (em caso de danos pequenos à prancha);
- Assento destacável para crianças (geralmente para pranchas recreativas)
- Placas de acrílico anti-flex (modelos para manobras).

Por fim, vale lembrar que o colete salva-vidas é essencial para crianças e adultos que não se sintam confortáveis nadando em águas mais profundas.

Depois de tantas informações, espero que se sintam mais preparados para comprar sua tão esperada SUP e aproveitar ao máximo seu verão! 


Comentários

Postagens mais visitadas